domingo, 21 de agosto de 2011

Sobre a amizade - que dizer?


A vontade de escrever não tem sido muita e como - não raras vezes - se encontram textos que encaixam exactamente no que queremos dizer, por aqui vai sendo assim. Ninguém luta por uma amizade sozinho como se ela fosse alguma coisa pela qual se pudesse ganhar porque quando tal acontece tende-se a perder. Não se luta, a menos que ao nosso lado nessa luta esteja por quem queremos lutar. E apenas assim, valerá a pena.

«A melhor prova duma real amizade está em evitar os compromissos entre aqueles que se estimam. Ainda que devendo muito aos que muito me louvam, eu não quero ser-lhes obrigada pela gratidão. Mas sim grata porque estou com eles, devido a circunstâncias que a todos nós agradam e são um laço mais entre nós, sem constituírem um dever. Eu pretendo dizer da amizade o que Diógenes dizia do dinheiro: que ele o reavia dos seus amigos, e não que o pedia. Pois aquilo que os outros têm pelo sentimento comum não se pede, é património comum. Neste caso, a amizade.»

Agustina Bessa-Luís

6 comentários:

S* disse...

A amizade dá-se, não se compra.

Miss Murder disse...

Amizade é tudo.

ClaudiaSilva disse...

sem amigos verdadeiros não somos grande coisa... ou melhor, nao somos quase nada

Estudante disse...

Adorei o texto! :)

Claudia disse...

"é património comum"... tão verdade!

Nia disse...

Um grande amigo é aquele que não nos recorda os favores que lhes fazemos :)